Automação Residencial e Tecnologia de Integração

Sistemas e Automação

Automação Residencial e Integração

Sistemas de Segurança 

Como Integrar sistemas de segurança em Automação Residencial

Optar por implementar a casa através de um sistema de segurança requer uma análise minuciosa da obra em geral, pontos de câmeras, sensores de presença, sensores magnéticos, cerca elétrica ou até mesmo concertina, incrementam desde uma solução básica como uma mais elaborada.

  • Central de Alarme


As centrais de alarmes são equipamentos que possuem entradas, saídas e funções específicas para a área de segurança. As entradas exclusivas para sensores magnéticos e sensores de presença facilitam a instalação e manutenção futura, as mais simples possuem sistema de armamento de alarme por controle sem fio ou teclado, já as mais evoluídas possuem sistema de endereçamento IP, monitoramento a distância e por APP remoto.

A integração com automação geralmente são feitas através da saída PMG (programáveis) utilizando ou não o sistemas de relés, com esse tipo de integração é possível utilizar smartphones para monitoramento e armamento e desarmamento de alarmes, enviar e-mails, sms ou até criar uma programação para ligar todas as luzes da casa.

Projeto Automação Residencial
Esquema prático funcional Segurança



  • Proteção de perímetro
Baseados em dois sistemas, hastes de choque e arames e as de sensores infravermelhos (barreiras) onde todo o perímetro necessário é cercado e comunicado com a central de alarme ou central de automação.

  • O sistema de emergência e pânico pode ser gerado por a central de alarmes ou automação através de rotinas estabelecidas ou programação física. Faz uso de uma linha fixa ou em algumas centrais de telefonia celular, são cadastrados números em sua agenda e quando acionado disca para o sequencial de números cadastrados, outra opção é o envio de mensagem de texto para os mesmo números, no controle de acesso biométrico pode se cadastra um dedo específico e assim quando o cliente é rendido aciona se o modo pânico silenciosamente.


  •  CFTV (Circuito Fechado de TV)

Câmeras instaladas ao redor da casa ajudam no monitoramento visual deixando assim uma área mais coberta do local, pontos cegos devem ser levados em consideração.

Os equipamentos de gravação contribuem para acesso remoto e gravação das imagens, podendo assim gerar consultas futuras.

Uma outra característica do sistema de cftv é a capacidade de mascaramento de câmeras, locais onde esteticamente cercas ou concertinas ficariam inviáveis, esse sistema é adotado para a proteção da casa. Pelo software de monitoramento é criada uma região no local a ser cercado e automaticamente ela é adotada como um sensor, tudo o que passar pela aquela região disparará o sinal de alarme.

A capacidade de integração em sistemas de segurança é total, o integrador deve estar a parte das tecnologias disponíveis para oferecer um produto de  qualidade.