Automação Residencial - Home Theater Digital

Ambientes Inteligentes

Ambientes Inteligentes 

 Montagem de quadros de Automação

Lógica e Automação

Quadro de Automação com Rack de Lógica ao lado


Etapa 1 - Chegada do Cabeamento.



O ponto mais importante em um projeto de cabeamento estruturado sem dúvida é a pré organização dos cabeamentos na área técnica.

A divisão de cabeamentos de lógica e energia deve ser feita através de tubulação ou eletrocalha devidamente detalhada conforme o projeto e norma.

Pontos de Energia.

Cabeamentos como, alimentação, retorno de iluminação, pontos de acionamento de motores deve se evitar ao máximo transitarem com os cabos de dados, principalmente os de carga alta, como motores de portões ou inversores.

O uso de bornes SAK é de grande ajuda para manutenção futura, muito usado em retorno de iluminação.
A ligação é feita através dos bornes na entrada, podendo o eletricista deixar a fiação em espera para o técnico de automação dar continuidade no trajeto ate os módulos.
borne SAK
http://www.waldesa.com.br/prod_bornes_sak.asp
 



A alimentação dos módulos e de carga de equipamentos deve se estudar a possibilidade do uso de bornes, se usado o aperto correto do conector tem que ser verificado para não gerar calor e danificar o circuito.
 

Cabeamento de lógica.

 A maior quantidade de cabos deverá ser em relação aos de comunicação de redes, telefonia e automação.
Cada cabo tomará um caminho e função específica, definindo -se entre os de categoria 5e ou categoria 6.


Acondicionamento dos cabos.
Através de canaletas podemos acomodar o cabeamento para uma melhor organização e proteção, a dimensão das canaletas deverá ser feita em relação a quantidade de cabos passantes pelo trecho a ser organizado.

Canaletas-Heladuct-HD
Canaletas Heladuct - Hellerman Tyton - http://catalogo.hellermanntyton.com.br

Etapa 2 - Distribuição e identificação do cabeamento

Toda obra gera se um tempo estimado de acabamento e execução, a identificação pode ser a diferença entre tempo e custo de mão de obra.

A identificação na passagem de cabeamento pode ser feita quanto a chegada no painel, quanto mais identificado o cabo, mais rápida é sua alocação em determinado módulo.

Identificação através de anilhas.

Seguindo  o projeto de automação devemos identificar os cabos de acordo com:
- Número do circuito (retorno iluminação)
- Local de partida e chegada


módulo de automação
Módulos de gerenciamento de redes HSNET

Ex.
KP2A - Segunda linha de kypad, primeiro da sequência A,B,C,D. Local: Suíte Master.
T4 -  Termostato número 4. Local Suíte 1
F -  Fase energia
N - Neutro
T - Terra 

 Deve se adotar o sistema de canaletas para acomodação dos cabos em um determinado local.

Para uma melhor abordagem de identificação pode se utilizar o sistema de anilhas de identificação.
Identificadas por cores e letras, as anilhas podem  identificar o caminho do cabo, dispositivo de entrada e saída, local no quadro e interligação.


Anilha numericas
Anilhas   













 Os quadros de Comandos podem ser de várias medidas, oque devemos levar em consideração é em relação ao dimensionamento de cabos e espaço físico para manutenção, de preferência em lugares de acessos como entradas de serviço para não incomodar o cliente durante toda a manutenção.

Procurar pontos estratégicos em que não demandem muito custo de cabeamento e de fácil operação, regiões centrais são bem mais vistas como melhor opção, mas devemos ficar atentos em relação a prumadas de distribuição dos cabeamentos.

Quadros Comando
http://cemarlegrand.br.inter.net/produtos-e-solucoes/quadros-e-paineis/quadros-de-comando